Como alternativa ao isolamento social, escolas públicas receberão materiais didáticos com temática ambiental

19-05-2020

O material didático é uma alternativa durante o isolamento social
Foto: Fellipe Seixas

Enquanto muitos alunos e professores estão pela primeira vez se aventurando no ensino à distância, os projetos UÇÁ e EDUC — desenvolvidos pela ONG Guardiões do Mar, com o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental — se uniram para estimular esse novo processo de aprendizagem.

Junto com a doação de 2.500 almanaques com atividades lúdicas que remetem para o correto descarte de resíduos sólidos para a Secretaria de Educação de Duque de Caxias, será disponibilizado o primeiro guia em braile sobre a Baía da Guanabara, chamado “Guanabara Viva”.

Ao todo, serão quase 11 mil itens doados para cinco municípios (São Gonçalo, Magé, Cachoeiras de Macacu, Itaboraí e Duque de Caxias).

Primeira publicação em Braile sobre a Guanabara

Para crianças a partir do ensino fundamental, a publicação “Guanabara Viva” traz um apanhado de informações sobre a Baía de Guanabara: um passeio pelo seu histórico desde a colonização, passando pelo desenvolvimento dos municípios ao seu redor até os dias atuais, em que o seu estado de conservação demonstra resiliência frente a acelerada poluição.

Essa publicação mostra que a Baia ainda está viva e sua recuperação é possível. A primeira impressão foi realizada em Braille, e a mesma publicação está disponível em tinta no formato de e-book, no site do Projeto UÇÁ, assim como no formato de audiobook.

Guias de educação ambiental para educadores, revistas de atividades, cadernos de desenho e caixas de gizes de cera também fazem parte dos matérias didáticos que serão doados. A ideia não é só levar atividades para diminuir a ociosidade dos jovens e crianças em confinamento, mas também promover a educação ambiental dentro de casa.

“No momento em que estamos vivendo, de medo, onde o confinamento social é incentivado pelas autoridades e médicos, a única certeza é de que temos de fazer algo para que não aumentem as desigualdades educacionais. Urge estimular a reflexão sobre questões ambientais necessárias para um futuro mais seguro e sustentável.”, destaca o presidente da ONG Guardiões do Mar e coordenador nacional do Projeto UÇÁ, Pedro Belga.

Crianças brincam e aprendem com o material didático e divertido
Foto: Fellipe Seixas

O Projeto UÇÁ

Com o patrocínio da Petrobras – o Projeto UÇÁ já reflorestou em quatro anos mais de 182 mil m² de manguezais, ultrapassando a marca de 61.000 árvores plantadas. Além de ser objeto de artigos, trabalhos de conclusão de curso e quatro dissertações de mestrado. Neste biênio 2018-2020, ele atua na melhoria da qualidade ambiental em 10 municípios da região da bacia contribuinte da Baía de Guanabara.

São feitas ações de manutenção e monitoramento de manguezais, educação ambiental e produção de conhecimento científico de forma sustentável, priorizando os pescadores e catadores de caranguejo. O objetivo é contribuir para o conceito de “Lixo zero” e as práticas corretas de descarte de resíduos sólidos na Baía.

Projeto EDUC

O Projeto EDUC promove o fortalecimento das comunidades para que possam desempenhar papel ativo no seu próprio desenvolvimento. Em parceria com a Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, o projeto realizou um diagnóstico junto à população para identificar as principais questões e demandas dos moradores, que possam ser trabalhadas de forma participativa.

Estão sendo realizadas também ações integradas com cursos para lideranças comunitárias, oficinas de artesanato e educação socioambiental, visando preparar as pessoas para o enfrentamento de problemas cotidianos – como o correto descarte de resíduos sólidos pós-consumo e os seus potenciais riscos.

Uma ação inédita de coleta seletiva comunitária está sendo implementada. Todas as ações do Projeto podem ser acompanhadas na página no Facebook.

Acesse gratuitamente o livro “Guanabara Viva” clicando aqui.

Tags: , , , , , ,

Projeto UÇÁ - © 2020