Em apenas 12 dias de trabalho, 4 mil quilos de lixo são retirados dos manguezais

01-01-2016

Enquanto a sociedade se preparava para os festejos da virada do ano, 20 catadores de caranguejo e pescadores de Suruí (Magé) e Itambí (Itaboraí) estavam dando duro para dirimir o impacto causado por tanto lixo que chega aos manguezais carreados pelas correntes ou que descem os rios que chegam a Guanabara. Esse lixo entope tocas e diminui a área útil para crescimento da vegetação típica daquele ambiente: o mangue.

 

Não! Essa foto não foi tirada em um lixão. Esse lixo foi retirado dos manguezais da APA triado e pesado para posterior descarte correto.

Não! Essa foto não foi tirada em um lixão. Esse lixo foi retirado dos manguezais da APA triado e pesado para posterior descarte correto.

 

 

 

 

 

 

 

Desde 09/11, o grupo vem atuando em duas áreas distintas, previamente identificadas por técnicos do Projeto UÇÁ em parceria com analistas ambientais do ICMBio, na APA de Guapi-Mirim e ESEC Guanabara. Apesar da atuação ser prevista para acontecer duas vezes por semana, até o presente momento foram apenas 12 dias de trabalho totalmente uteis. Porque? Simplesmente porque nem sempre a maré permite chegar ao local. Muitas vezes, o calor excessivo, somado ao enxame de mosquitos, diminuem em muito a produtividade do grupo. Alguns, navegam até mais de uma hora de barco para chegar ao local onde além da limpeza (retirada do lixo), técnicos do Projeto vem produzindo um trabalho científico de forma a propor a sociedade e ao Poder Público local, situações de enfrentamento a esse grande problema.

Nestes 12 dias, 4 mil quilos foram retirados dos mangues e transportados a sede da APA onde foram separados por tipo e pesados (fotos anexas). A Operação LIMPAOCA continuará acontecendo até 09 de fevereiro. Faltando ainda um mês para o fim da atividade, não podemos prever o total de lixo será retirado dos manguezais. Para este trabalho, eles recebem uma bolsa auxílio.

20151230_091710 (Small)

20151230_091638 (Small)

 

 

 

 

 

 

A Operação LIMPAOCA, foi criada como alternativa de renda para pescadores e catadores de caranguejo, que durante o período de defeso do Caranguejo Uçá, não podem coletar, transportar e muito menos comercializar o crustáceo. O período de defeso do Ucides cordatus ou caranguejo uçá (para a sociedade) vai de 01/10 a 30/11 para os machos e de 01/10 a 31/12 para as fêmeas. Logo, a partir de hoje, 01/01/16 já estão liberados para consumo. Mas, antes de agendar sua próxima caranguejada e reunir os amigos, lembre-se que muitas famílias são prejudicadas por conta do lixo nosso de cada dia. E pior ainda, a qualidade ambiental dos manguezais e consequentemente das espécies que lá habitam vem diminuindo também por conta do grau de degradação em que se encontra seu ambiente.

O Projeto UÇÁ, conta com o patrocínio Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental para realizar ações que promovam a melhoria da qualidade ambiental da Baía de Guanabara e dos manguezais da APA de Guapi-Mirim e ESEC Guanabara. A Operação LIMPAOCA é apenas uma delas;

 

Tags: , , ,

Projeto UÇÁ - © 2018