Macro invertebrados bentônicos – Curiosidades – HERBIVORIA

05-05-2015

IMG_0186

No ambiente marinho, especialmente na região litorânea, existem fortes interações entre os organismos que ali habitam. A grande disponibilidade de nutrientes vindos de terra proporciona o desenvolvimento de varias espécies, entre elas algas e diversos macro invertebrados. Uma rotina periódica é a pressão causada pelo hábito alimentar (herbivoria) de uma dessas espécies – o Ouriço. Em alguns momentos é possível observar os efeitos na comunidade bentônica. Na imagem podemos ver as espécies que conseguem se manter no ambiente após a passagem desses gulosos organismos. Embora pareça substrato, as crostas rosadas e as poucas manchas verdes e amarronzadas se tratam de macroalgas. Organismos fotossintetizantes que se desenvolvem bem rente às rochas, e graças a esse hábito conseguem sobreviver à passagem desses raspadores, proporcionando condições para que os demais organismos voltem a se desenvolver nesse ambiente. Um ciclo que se repete periodicamente e resulta em paisagens diversificadas ao longo do ano.

 Gisa Machado – Bióloga – Pesquisadora Projeto Uçá

 

 

Tags: , , ,

Projeto UÇÁ - © 2019