Você sabe o que é Biodiversidade?

08-01-2015

biodiversidade-animais

Bio significa vida e diversidade significa variedade. Então, biodiversidade ou diversidade biológica compreende a totalidade de formas de vida que podemos encontrar em determinado local, Terra ou Mar (plantas, aves, mamíferos, insetos, microrganismos…). Inclui também a diversidade ecológica e genética. A ecológica se refere ao número de espécies em determinadas áreas, o papel ecológico que estas espécies desempenham, o modo como a composição de espécies troca conforme muda a região e o agrupamento delas em áreas específicas, junto com seus processos e interações com o restante do ambiente.

 

Biodiversidade na Baía de Guanabara

A segunda maior baía do litoral brasileiro, com cerca de 380 km², tem seus níveis de poluição intensificados devido ao elevado crescimento urbano. 

Em 1818, quando se dedicava à descoberta de novas espécies no Rio de Janeiro, o naturalista francês Joseph Paul Gaimard confidenciou a amigos que não gostava de trabalhar na Baía de Guanabara. Tinha medo de que as muitas baleias que nadavam por ali afundassem o seu barco. Hoje, a Baía ainda provoca temor – não devido aos cetáceos, há muito desaparecidos por aqui. O que afasta boa parte das 8 milhões de pessoas vizinhas deste ecossistema é a poluição. Mas uma nova pesquisa mostra que ela, apesar de muitas toneladas de esgoto industrial e doméstico despejados diariamente ali, abriga ainda uma biodiversidade exuberante.
A segunda maior baía do litoral brasileiro, com cerca de 380 km², tem seus níveis de poluição intensificados devido ao elevado crescimento urbano. Mesmo assim, ela continua exercendo o papel de berçário e é uma área de crescimento para várias espécies marinhas, com predominância de camarões e siris, além de abrigar mais de cem espécies de aves. As melhores condições ambientais são encontradas nos manguezais (APA Guapimirim), nas áreas protegidas e rurais, assim como na entrada da baía e no canal central, devido a influência das águas oceânicas.  Um dos pontos favoráveis é a sua hidrodinâmica, isto é, em cerca de 11 dias, metade de suas águas são renovadas. O fato de estar localizada em região tropical, com forte incidência luminosa, e a grande quantidade de matéria orgânica encontrada em suas águas, a torna ambiente altamente produtivo.
Os esgotos não tratados despejados na Baía aumentaram a matéria orgânica disponível, diminuíram a transparência das águas, sua oxigenação e saúde.

Fatores que ameaçam a conservação da biodiversidade

A perda da biodiversidade envolve aspectos sociais, econômicos, culturais e científicos. A situação é particularmente grave na região tropical. Populações humanas crescentes e pressões econômicas estão levando a uma ampla conversão dos ecossistemas tropicais em um mosaico de ambientes alterados pela ação humana.

Os principais processos responsáveis pela perda da biodiversidade são:
Perda e fragmentação dos habitats;
Introdução de espécies e doenças exóticas;
Exploração excessiva de espécies de plantas e de animais;
Contaminação do solo, água e atmosfera por poluentes e mudanças climáticas.

Rodrigo Gaião – Biólogo – Projeto Uçá

Tags: ,

Projeto UÇÁ - © 2022